Vestido chemisier estampado de manga comprida

Número de registro: 82IND
Tipo de acervo:Vestuário/Têxtil
Número de registro: 82IND
Classe:Roupa Social
Denominação:Roupa
Título:Vestido chemisier estampado de manga comprida
Autoria:Angel, Zuzu
Coleção:Zuzu Angel
Data de produção:Década de 1970
Local de produção:Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil
Histórico da Peça: O vestido, segundo Hildegard Angel (depoimento em Fevereiro 2017) era de uso pessoal de Zuzu Angel.
Dimensões:
Largura: 0,44
Altura: 1,11
Circunferência: 0,88
Técnica:Costura à mão, Costura à máquina
Material:Algodão, Voile de algodão, Zíper, Botão
Descrição da peça: Vestido de voile de algodão, comprimento mídi, de manga comprida, estampado com fundo amarelo e motivos diversos, dentre eles: flores e formas geométricas, nas cores amarelo, azul marinho e bege. A peça é um chemisier com laço no decote e pregas simples na parte inferior. As mangas medem 0,56 cm de altura e 0,19 cm de largura, a peça possui um zíper de 0,43 cm na parte frontal e 2 botões nos punhos forrados com o mesmo tecido. O vestido possui um cinto de couro à parte, medindo 0,83 cm.
Eventos associados:Exposição Ocupação Zuzu. Instituto Itaú Cultural. São Paulo, 2014.
Peças complementares: Não se aplica.
Descrição de peças complementares: Não se aplica.

Zuzu em

Atualidades

noticias

O Instituto Zuzu Angel tem uma agenda bonita de celebrações

No próprio sábado, será inaugurada em Curvelo, cidade natal de Zuzu, em Praça Pública, uma grande exposição ao ar livre, contando sua história, através de imagens do arquivo pessoal e da sua moda. A curadoria é do Ivan Penna,

noticias

100 Anos de Zuzu Angel

Em 05 de junho de 2021 estamos comemorando 100 anos de nossa querida Zuzu Angel!

noticias

Feliz Aniversário Hildegard Angel!

Hoje é dia da filha da Zuzu, mãe de João Pedro, esposa do Francis, atriz, modelo, escritora, jornalista, colunista, formadora de opinião, criadora de bordões, carioca, influenciadora social, flamenguista: Hildegard Angel.

noticias

Zuzu Angel: estilo, coragem e resistência

'Stuart é um símbolo; um símbolo de toda uma geração martirizada; ele simboliza a democracia (...) que é negada aos brasileiros'